Novo Módulo Eberick: Dimensionamento de Alvenaria Estrutural

Escrito em 20/01/2017, por Engº Ronaldo Parisenti Categoria: Alvenaria estrutural, Notícias Tags:

A AltoQi está finalizando a primeira versão do módulo Dimensionamento de alvenaria estrutural que, combinado com o QiBuilder Alvenaria, acrescentará ao AltoQi Eberick a possibilidade de analisar, dimensionar e detalhar edifícios de Alvenaria Estrutural.

Além de dimensionar as paredes de alvenaria estrutural importadas de um modelo previamente criado no QiBuilder Alvenaria, também é possível dimensionar e detalhar os elementos em concreto armado, tanto as lajes e vigas contidas nos pavimentos de alvenaria quanto pilares e as fundações inferiores que recebem os carregamentos da alvenaria estrutural.

Lista dos principais recursos do módulo *:

  • Importação do modelo criado no QiAlvenaria, incluindo criação automatizada dos pavimentos, importação das arquiteturas, posicionamento das paredes, lajes e vigas;
  • Opções para alterar o tipo da laje (maciça, nervurada e etc) e seções das vigas nos pavimentos de alvenaria;
  • Comando para lançamento automatizado do pavimento de transição (vigas de apoio abaixo das paredes);
  • Opção para lançar novos pavimentos de concreto abaixo dos de alvenaria (incluindo fundações);
  • Opções para aplicação de ações verticais (sobrecarga) e horizontais (vento e desaprumo)
  • Análise estrutural das paredes de alvenaria (cargas no topo das paredes são espraiadas para baixo a 45º);
  • Verificação das tensões de Tração e Compressão no Topo e Base das paredes de alvenaria estrutural;
  • Verificação do cisalhamento horizontal das paredes de alvenaria;
  • Aplicação de reforço nas paredes com graute e armadura;
  • Verificação de vergas (em desenvolvimento);
  • Verificação global da edificação (Deslocamentos globais e Estabilidade – Gama-Z);
  • Dimensionamento dos elementos em concreto armado, considerando as sobrecargas da alvenaria estrutural;
  • Desenhos de planta de formas e vigas com representação das paredes de alvenaria.
  • Exportação dos resultados de dimensionamento para o QiAlvenaria, atualizando o detalhamento das paredes (grautes e armaduras)

Em breve será publicado um vídeo do funcionamento geral e novos posts sobre cada recurso específico.

Versão de experimentação:

A partir de Março de 2017 será disponibilizada uma versão para experimentação do módulo Dimensionamento de alvenaria estrutural para os clientes Eberick Next que possuem o QiBuilder Alvenaria. Durante este primeiro semestre de 2017 continuaremos desenvolvendo e coletando informações (feedback) do uso do módulo. O fechamento da versão para venda está previsto para o segundo semestre de 2017.

Imagem para post

Pórtico 3D – AltoQi Eberick

 

 

 


  1. RENATO disse:

    Parabéns à equipe.

    ?
  2. CIRILO disse:

    Aleluiaaa! Esse modulo é muito esperado mesmo. Showw.
    Pra mim que só tenho o eberick next, não vou poder testar esse módulo?

    ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Bom dia Cirilo,
      O lançamento e a modulação das paredes de alvenaria é feita no QiAlvenaria, por isso a experimentação será concedida para quem tem o Next e o QiAlvenaria.

      ?
  3. RAFAEL disse:

    Começamos 2017 com o pé direito. Parabéns a equipe de desenvolvimento.

    ?
  4. DIONISIO disse:

    Espetáculo, parabéns!
    Eu tenho o QiBuilder Alvenaria, pode mandar! 🙂

    ?
  5. TADEU disse:

    Muito bom!

    ?
  6. ROGER disse:

    Grande expectativa no comecinho de 2017, parabéns pela iniciativa!

    ?
  7. ROGER disse:

    O que me deixou mais curioso por enquanto foi a visão das muretas em alvenaria de tijolos. Será que poderemos lançar cargas de alvenarias de fechamento com aberturas e espraiamento real, no CONCRETO ARMADO, e visualizar isso em 3D??? Será? Será?

    ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Bom dia Roger,
      As paredes de vedação lançadas no QiAlvenaria serão representadas no pórtico 3D, mas neste momento não está previsto o recurso para representar as cargas de paredes lançadas diretamente no Eberick. De todo modo, a sugestão está registrada.

      ?
  8. DIOGO disse:

    Muito bom, tb no aguardo!!

    ?
  9. JEANCARLO disse:

    Qual o método de cálculo das cargas verticais a serem transferidas para a transição? O efeito arco será considerado?

    É possível adquirir somente o módulo para lançamento da alvenaria?
    Uma pena o lançamento não ser totalmente no eberick…

    Ademais parabéns pelo desenvolvimento do novo módulo.

    ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Bom dia Jeancarlo
      É possível adquirir o QiBuilder com o módulo para lançamento da alvenaria (que já faz modulação e paginação das paredes – no caso o QiAlvenaria).
      Não há consideração do efeito arco e quanto as cargas, vamos tentar resumir este funcionamento: Inicialmente o Eberick faz a análise das lajes por analogia de grelha e automaticamente transfere as reações para o topo das paredes de alvenaria do pavimento. Além das cargas verticais, também podem ser aplicadas ações horizontais de vento e desaprumo a serem resistidas pelas paredes estruturais. Neste caso, também há um tratamento adicional que faz a distribuição da força horizontal em cada parede de contraventamento, nas direções X e Y, proporcionalmente a sua rigidez. A partir dos resultados de cada pavimento, as cargas são espraiadas a 45º para a base da parede, limitando-se o espraiamento nas aberturas de portas e janelas (análogo ao conceito espraiamento em um grupo de paredes), e assim sucessivamente nos pavimentos de alvenaria, até que as cargas cheguem no pavimento de transição em concreto armado que serve de apoio às paredes estruturais. Assim, estes pavimentos de concreto que ficam abaixo da alvenaria receberão automaticamente as sobrecargas dos pavimentos acima e serão analisados em um modelo de pórtico espacial (funcionamento atual do Eberick), permitindo a obtenção dos esforços atuantes também na estrutura de apoio de vigas, pilares e fundações.

      ?
      • JEANCARLO disse:

        Obrigado pelo retorno Karine,

        Método clássico pela tua explicação… Seria interessante uma nova configuração no menu de flechas relativa a limitação das mesmas no pavimento transição em CA.

        Pois desta forma com as cargas serão transferidas é necessário que não existam deformações na transição…

        ?
        • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

          Boa tarde Jeancarlo,
          Hoje a configuração das flechas é global e será aplicada ao pavimento de transição e outros pavimentos de concreto armado (quando houver). De todo modo, estamos registrando a sua sugestão para criar uma configuração específica a transição.

          ?
      • RENATO disse:

        Uma dúvida técnica: A norma de alvenaria estrutural obriga a consideração do efeito arco ?

        ?
        • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

          Boa tarde Renato,
          A norma não obriga a consideração do efeito arco. No item 9.4 da NBR 15812-1:2010 fala que se for considerado tal efeito é necessário qe sejam considerados todos os aspectos envolvidos nesse fenômeno (mesmo texto da NBR 15961-1:2011).

          ?
  10. FELIPE CARBONERI disse:

    Muito bom Pessoal. Parabéns. Ótimo recurso.
    Sei que este não é o local apropriado para esta observação, mas, por gentileza, desenvolvam os módulos para trabalho com fundações profundas (estacas), principalmente os relacionados aos ensaios SPT. Este é um dos recursos que deixará o Eberick, praticamente, perfeito.

    ?
    • CIRILO disse:

      Realmente, meu sonho… rs

      ?
    • RAFAEL disse:

      Assino em baixo…

      ?
      • BORIS disse:

        Meu sonho também, a muito tempo, incorporando o cálculos das “molas” verticais e horizontais.

        ?
      • IVAN ROCHA disse:

        Seria muito bom se o Eberick dimensionasse as fundações profundas, poderia ser até um calculo onde a AltoQI inserisse um aviso que a responsabilidade dos resultados seria do calculista, aja vista que a analise do solo é muito complexa e as informações dos laudos necessitam de ser informadas pelo calculista. Seria um módulo muito interessante de se avaliar e incorporar ao sistema.

        ?
  11. WILSON disse:

    Primeiramente parabéns à toda equipe, é disso que precisamos!
    Gostaria de saber se podemos ter análise da estabilidade global com a diminuição da sua deslocabilidade, ou seja, nas subestruturas ou grupos de paredes, diminuir os esforços de tração e compressão com a utilização de lintéis!?

    ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Boa tarde Wilson,
      Nesta versão não está prevista a consideração dos lintéis.

      ?
  12. BORIS disse:

    Recurso aguardado e solicitado de longa data. Concordo com os colegas, seria ótimo se o lançamento fosse totalmente no Eberick.
    Parabéns a equipe. Que 2017 seja de muitos recursos.

    ?
  13. RONE disse:

    Prezados,

    Concordo na íntegra com a observação do colega Felipe Carboneri sobre a necessidade de incluir no módulo de fundações a análise do SPT por camada, perfil geotécnico.

    Também penso que a AltoQI está criando muitas divisões e subprogramas para fazer a mesma coisa: projeto estrutural. Isso faz sentido para a empresa ganhar mais dinheiro, mas dificulta e endivida os profissionais (falta de foco no cliente). No longo prazo, os clientes ficarão irritados com tantas despesas extras.

    Isso está parecendo a linha de celulares Samsung, dezenas de modelos e muitas reclamações. A Apple só tem o iPhone 7s e o iPhone 7s Plus, foca muito mais na qualidade e seu valor de mercado é o triplo da Samsung.

    Urge que AltoQi unifique tudo em um único programa estrutural, com apenas duas ou três versões (Básica e Master) e poucos módulos adicionais realmente de uso bem específico (protendido, muros, concreto de alto desempenho, aço-concreto, análise dinâmica e outros métodos avançados).

    O novo sistema de alvenaria estrutural deveria ser entregue a todos os clientes da AltoQI, principalmente àqueles que possuem versões mais completas.

    Meu bolso dirá: Muito Obrigado!

    Rone Azevedo

    ?
    • RENATO disse:

      O problema não é o bolso do eng-usuário nem tão pouco da empresa; há um investimento tecnológico que necessita ser pago e gerar lucro para re-investimento … isso é razoável.

      Os módulos e recursos … como propões … era(m) exatamente assim, não era(m) ?! mas resolveram inovar, em termos de política comercial … e copiar metodologias de comercialização da concorrência … uma lista enorme de recursos individuais que tranquilamente poderiam ser agrupados dentro de categorias mais facilmente palatáveis … tanto para o aplicativo quanto para o bolso – Exemplo ? Mód Lajes “Master” engloba recursos 1, 2 3, 4 e 6; mód. Lajes “Básico” engloba recursos 1, 2 e 3. E assim por diante ///

      Mas até isso… até em sugestões simples como essa … não escutam bem o cliente … E, esse não ecutar, ainda é um grande problema que a empresa não consegue resolver; se é que se quer resolver … pois via de comunicação de mão única nÀo é via de comunicação – é via de informação.

      ?
    • RENATO disse:

      Em relação ao módulo de fundações com análise do SPT por camada, perfil geotécnico tenho a comentar que o módulo de tubulão já até faz algo similar.

      Mas é igual a sugestão de melhorar o recurso de malha-base para algo mais, digamos, amigável e coerente com a prática do oficío das telas soldadas. Nos ouvem nas sugestões ?

      ?
  14. LEANDRO disse:

    concordo com os colegas sobre um “modulo” para incorporar o SPT, e também a forma de comercialização dos módulos, pois exstem muitos módulos que apos lançados praticamente ficam engavetados, sem melhorias por muito tempo, ex fundações, lajes pré-moldadas, ai sai dois módulos novos região maciça e o editor de grelha, da minha forma de pensar isso deveria ser um recurso nativo do programa, ou no minimo integrar o modulo de lajes, não sendo necessário dois módulos novos para isso. da mesma forma caso sai o SPT, deveria integrar o modulo fundações e não ser criado um modulo “calculo de fundações por SPT”

    ?
    • RENATO disse:

      Eu vejo assim … opinião minha … A situação que vejo é que o setor de finanças / contabilidade me parece NÃO consegue raciocinar em termos gerais; cada recurso deve ser cadastrado na contabilidade deles como individual, senão não conseguem gerir o centro de custos desde o desenvolvimento até a comercialização… Que dizer, transferem um problema administrativo para o cliente, afetando até a usabilidade do aplicativo. Não é por aí …

      ?
      • LEANDRO disse:

        Concordo, que o desenvolvimento exige recurso financeiro, mais se basear apenas em financeiro, acredito que não e a chave da questão, pois acredito que boa parte de nos usuários estão insatisfeitos com o sistema de comercialização de “mini-módulos” dentro de módulos existentes. talvez um meio termos entre financeiro empresa/financeiro usuários seria ideal.

        ?
        • IVAN ROCHA disse:

          Bom, muito foi comentado sobre fundações neste módulo de alvenaria estrutural. Acredito que a AltoQI já deve ter percebido a importância deste módulo para seus clientes. Assim acredito eu que poderia ser aberto um espaço no Next para tratar deste assunto e a empresa dar mais atenção as solicitações deste módulo e agendar um estudo para implementar no Eberick, mas por favor sem esta conversa de mais um módulo separado.

          ?
  15. RENATO disse:

    Uma dúvida técnica: será possível aplicar ações horizontais por área de parede (de empuxo trapezoidal ou uniforme, de água por exemplo [reservatório elevado do modelo 3D acima], e não apenas de vento e desaprumo) ?

    ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Bom dia Renato,
      Em paredes de alvenaria estrutural de blocos, não será possível a aplicação de cargas horizontal na área lateral da parede (decorrente de empuxo, por exemplo).

      ?
  16. GIRLEU disse:

    Bom dia
    Sou cliente da ALTOQI há longa data. Tive oportunidade de migrar para outros aplicativos, mas não o fiz, sempre acreditando que o investimento feito (e refeito) implicaria num produto final que nos atendesse.
    As tratativas do Rone são pertinentes, e muito. Seria excelente que tivéssemos somente um produto e não vários módulos. Seria bom que a ALTOQI se manifestasse a respeito.

    ?
    • JEANCARLO disse:

      Só de pensar em ter que usar dois softwares para calcular alvenaria estrutural já desanimei… O módulo de lançamento deveria ser incorporado ao eberick…

      ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Boa tarde Girleu e demais colegas,
      A separação dos módulos teve diversas motivações, mas buscamos fazê-la de forma que não impactasse na utilização dos usuários. Por exemplo, os módulos foram divididos de forma que não houvesse interdependências diretas e alguns recursos que seriam necessários para determinadas funções foram inclusive incorporados na base do programa. Com isso, o usuário pode adquirir apenas os módulos que julgar necessário, sem necessidade de “pagar” pelo que não gostaria.
      Algumas separações talvez não fiquem tão claras, mas foram necessárias para contemplar todas as particulariedades dos módulos e versões.
      De todo modo, todas as questões colocadas aqui são lidas e repassadas aos responsáveis. O retorno envolve diversas questões e nem sempre pode ser dado de imediato, mas certamente estão sendo levados em consideração.

      ?
  17. RENATO disse:

    Um dúvida técnica: quais os tipos de relatórios de Dimensionamento & Verificações estão pensando em implementar ?

    (já que tenho visto até apresentação de resultados de forma gráfica contendo considerações da parede quanto à flexão composta oblíqua considerando a presença do bloco, graute e armaduras e com traçado da curva de interação Nd, Mxd e Myd…)

    ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Boa tarde Renato,
      As paredes serão verificadas para a flexo-compressão e tração tanto no topo quanto na base e verificação do cisalhamento horizontal (não está prevista a verificação para flexão composta oblíqua nesta versão);
      Quanto a aplicação de reforço com graute, estes afetarão a rigidez das paredes na análise do pavimento, sem afetar o espraiamento das cargas para os pavimentos abaixo, que neste caso ocorrerá a 45º (limitado pela presença de aberturas – análogo ao conceito de grupo de paredes).

      ?
  18. CARLOS disse:

    -pergunto se nesse modulo será realizado as verificações à compressão simples, ao cisalhamento e à flexo-compressão para o dimensionamento de alvenaria armada e não armada em estado de limite último.

    ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Boa tarde Carlos,
      Trata-se de alvenaria não armada (ou com baixa taxa de armadura), sendo assim, as armaduras normalmente são aplicáveis para resistir a casos de tração, quando ocorrer, ou por questões construtivas. As paredes são verificadas a flexo-compressão e flexo-tração (para o topo e para a base da parede), além do cisalhamento horizontal.

      ?
  19. RAFAEL disse:

    Quando será liberado o programa para testes ?

    ?
    • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

      Boa tarde Rafael,
      Até o final deste mês deve estar liberado o release.

      ?
      • IVAN ROCHA disse:

        ainda com relação a data da liberação, já existe uma data definida para o dimensionamento teste da alvenaria estrutural?
        Já estamos praticamente no final do mês.
        Obrigado.

        ?
        • Engª Karine Cunha - Dpto de Produtos AltoQi disse:

          Bom dia Ivan,
          As atualizações do Eberick e QiBuilder devem ser liberadas na próxima semana.

          ?
  20. VOLMIR PENA DE OLIVEIRA disse:

    boa tarde, ja podemos testar o modulo dimencionamento de alvenaria que estava previsto para março?

    ?
Os comentários estão fechados.

Dicas de acompanhamento do blog

Escrito em 19/04/2016

Para acompanhar as notícias e publicações no Blog preparamos uma série de opções de navegação no menu lateral que permitem filtrar os tópicos recentes, as publicações de cada categoria, as últimas notícias, entre outras.
Além disso, no rodapé do seu Eberick será apresentado o link de cada novo post publicado.
Você também pode receber de forma automática as novas publicações através das ferramentas de feeds do navegador de internet ou do seu e-mail.

Para receber as novidades por e-mail basta cadastrar os endereços abaixo:

×